Conde Ervideira Espumante Da Água
Nome:  Conde Ervideira espumante Da Água Região:  Alentejo Designação:  DOC Alentejo Castas:  Arinto, Antão Vaz, Gouveio e Alvarinho. Vinificação: O Vinho, base do espumante, é vinificado casta a casta, decorrendo a fermentação alcoólica em depósitos de inox, com temperatura controlada. A segunda fermentação ocorre no fundo do grande lago do alqueva a 30m de profundidade com temperatura constante e ausência total de luz durante 9 meses Longevidade:  2 a 3 anos. Prova:  Elaborado a partir de 4 castas, que festejam as 4 gerações Ervideira, estagiou durante 9 meses em garrafa, no fundo do maior lago da Europa, o Alqueva. Resulta um Espumante de cor citrina, libertando um aroma fresco e fino. Na boca revela uma bolha fina, persistente e muito elegante. Como Servir:  Entre 7 e 9º C. Enólogo: Nelson Rolo
Espumante Kompassus Blanc
Nome: Espumante Kompassus Blanc Região:  Bairrada Designação:  D.O.C. Bairrada Casta:  Maria Gomes, Arinto, Bical, Tinto Cão e Chardonnay. Vinificação e Vindima: Vindimado na última semana de agosto. Uvas desengaçadas com maceração pelicular, prensagem e fermentação. Tiragem em Março de 2016 segundo o método clássico champanhês. Estágio de 18 meses em garrafa sobre borras finas. Nota Prova: Notas de biscoito, marmelo, citrinos, bela presença de boca, fino, fresco, firme, persistente. Teor Alcoólico: 12,3% Vol. PARÂMETROS ANALÍTICOS Acidez total: 6,10 g/l Açucares totais: 1,7 g/l Enólogo:  Anselmo Mendes NOTAS DE IMPRENSA Revista do Expresso 15 Set. 2012 por João Paulo Martins "... Invencível na relação qualidade/preço, é um espumante todo o terreno para aperitivo e para mesa..." PRÉMIOS E DISTINÇÕES Colheita 2014 - 16,5 pontos, Boa Compra, Revista de Vinhos Novembro 2016
Espumante Kompassus Blanc de Noirs
Nome:  Espumante Kompassus Blanc De Noirs Região:  Bairrada Designação:  D.C.O. Bairrada Casta:  Baga; Touriga Nacional; Pinot Noir Vindima e Vinificação::  Vindimado na última semana de agosto. Tempo fresco com manhãs de nevoeiro. Maturação equilibrada, com vindima de 3 passagens. Fermentação com controle de temperatura a 14°C. Uvas transportadas em caixas perfuradas de 15 kg. Ligeira prensagem com arrefecimento a gelo seco. Fermentação em inox. Tiragem em Fevereiro de 2014 segundo o método clássico Champanhês, ficando em estágio sobre borras cerca de 3 anos. Dégorgement sem adição de açúcar – Brut Nature Nota Prova:  Excelente presença aromática, com notas avelanadas, e outras que lembram pão torrado, maçã assada. Untuoso na boca, com bolha muito fina, num conjunto de perfil bem seco mas muito elegante, sofisticado, longo, cheio de sabor. Delicioso. Sugestões Gastronómicas:  Charcutaria, peixes, mariscos e carnes brancas Teor Alcoólico:  13,3% Vol. PARÂMETROS ANALÍTICOS Acidez total: 6,80 g/l Acidez volátil: 0,30 g/l Açucares totais: 1,3 g/l Enólogo:  Anselmo Mendes Notas de Impressa: Fugas do Público 29 Set.2012 4/5 Estrelas "...Tem argumentos para se bater com muitos champanhes de preço bastante mais elevado. De aroma encantador, onde sobressaem as notas de brioche e de fruta agridoce, mostra grande delicadeza e complexidade..." PRÉMIOS E DISTINÇÕES Colheita 2006 - 17.5 pontos, Revista de Vinhos Janeiro 2010, Melhores da Região 2009, Revista de Vinhos Fevereiro 2010 Colheita 2008 - 17 pontos, Revista de Vinhos Novembro 2010, Revista dos Vinhos Fevereiro 2012; “OS MELHORES DO ANO 2011” Colheita 2009 - 17.5 pontos, Revista de vinhos Dezembro 2012, Os melhores do ano Revista de Vinhos Fevereiro 2013 Colheita 2010 - Medalha de prata, concurso vinhos de Portugal 2014 Colheita 2011 - 17.5 pontos, Revista de Vinhos Dezembro 2015, Melhores de Portugal 2014, Revista de Vinhos Fev. 2015, Medalha de prata Portugal Wine Trophy 2016; 18 valores Revista de Vinhos Novembro 2016 Colheita 2013 – PRÉMIO DE EXCELÊNCIA 2016 (único espumante nacional) Revista de Vinhos Fev. 2017
Espumante Kompassus Grande Reserva
Nome: Espumante Grande Reserva Região:  Bairrada Designação:  D.O.C. Bairrada Casta:  Baga, Pinot Noir Vindima e Vinificação: Tempo instável mas sem grande pluviosidade. A casta Pinot Noir foi vindimada na 3.ªsemana de Agosto e a Baga foi vindimada na 4.ªsemana de Agosto. Vindima manual em caixas de 15kg perfuradas. Aproveitamento do mosto lágrima com arrefecimento de gelo seco. Maturação equilibrada, fermentação em depósitos de inox com temperatura controlada de 14ºC. Tiragem em Março de 2015 segundo o Método Clássico. 50 meses de estágio sobre as borras finas. Nota Prova:  Elaborado com as castas Pinot Noir e Baga este espumante revela grande complexidade. Destacam-se as notas empireumáticas como pão torrado, biscoito, frutos secos e alguma fruta cristalizada. Grande presença de boca, untuosidade, frescura, harmonia e muita elegância. Fermentou em garrafa segundo Método Clássico. Sugestões Gastronómicas:  Charcutaria, peixes, mariscos e carnes brancas. Teor Alcoólico:  12,5% Vol. PARÂMETROS ANALÍTICOS Acidez total: 6,5 g/l Açucares totais: 3 g/l Enólogo:  Anselmo Mendes
Espumante Milénio
Nome:  Espumante Milénio Reserva Bruto Região:  DÃO Designação:  DOC  Dão Método:  Clássico Castas:  Malvasia Fina Vinificação: Com fermentação em garrafa ente 14 e 15ºC. O dégorgement fez-se ao fim de 24 meses. Estágio:  Em garrafa Nota de Prova:  Amarelo citrino, bolha fina e persistente, aroma delicado. Na boca surpreende pela frescura da acidez e leveza. Maturação e Envelhecimento:  Para beber já ou, idealmente, nos próximos cinco anos. Sugestões Gastronómicas:  Ideal para acompanhar a refeição do principio ao fim ou para celebrar os bons momentos da vida. Como Servir:  Entre 6 e 8ºC Teor Alcoólico:  12,5% Vol. Parâmetros Analíticos Acidez Total:  6.8 g/L Acidez Volátil:  0,20 g/L ph:  3,2 Açucares redutores: 4 g/L Enólogo:  Cristina Machado
Espumante Caves São João Bruto
Nome:  Espumante São João ( Bruto ) Região:  IGP Beira Atlântico Método:  Clássico Castas:  Bical (40%),  Maria Gomes (35%), Chardonnay (10%),  Arinto (10%) e/and Baga (5%). Vinificação: Após uma prensagem muito delicada das uvas, vindimadas entre o início e meados de Setembro, o mosto fermentou durante 15 dias em cubas de aço inoxidável a temperatura controlada. A elaboração, seguindo o método clássico, iniciou-se em Março de 2016 com a tiragem, tendo a refermentação decorrido em cave durante 20 dias a 15º C, ao que se seguiu um período de estágio em garrafa, sobre borras, de 9 meses. Nota de Prova: Cor Amarela citrina pálida. Aroma:  Intenso, com notas de pêssego, ananás, bem como casca de citrinos e tostado ligeiro. Sabor. Confirmam-se as sensações aromáticas da olfacção directa, É fresco e bem balanceado. Sugestões Gastronómicas:  Aperitivos, peixes, carnes brancas e sobremesas. Como Servir:  Entre 7º e 9ºC Teor Alcoólico:  12,0% Vol. Análise Físico-Química Sobrepressão (bar): 5,7 Acidez volátil ( g acético/l ) 0,44 Acidez total ( g tartárico/l ) ,6,2 ph: 3,24 Extracto seco total ( g/l ): 23.8 Açucares totais ( g/l ): 4.9 SO2  Total ( mg/l ): 119 Potencial de envelhecimento: 2 anos após dégorgement Enólogo:  José Carvalheira
Espumante Caves São João 100 Anos de História
Nome:   Caves São João 100 Anos de História Região:  Bairrada  DOC Castas: Pinot Noir Vinificação:  Após uma prensagem muito delicada das uvas, vindimadas no final de Agosto, o mosto fermentou durante 15 dias em cubas de aço inoxidável a temperatura controlada. A elaboração, seguindo o método clássico, iniciou-se em Março de 2016 com a tiragem com leveduras livres, tendo a refermentação decorrido em cave durante 25 dias a 14 ºC, ao que se seguiu um período de estágio em garrafa, sobre borras, de 48 meses, para o primeiro lote desgorjado, em Maio de 2020. Nota de Prova: Cor:  Amarela com nuances plúmbeas Aroma:  Amêndoas torradas, tostas, flores secas, biscoitos de manteiga, brioche, figos secos, mel, casca de citrinos, frutas cristalizadas, giz e resquícios de frutos vermelhos dominam o aroma deste espumante muito rico e complexo. Sabor:  Amêndoas torradas, tostas, flores secas, biscoitos de manteiga, brioche, figos secos, mel, casca de citrinos, frutas cristalizadas, giz e resquícios de frutos vermelhos dominam o aroma deste espumante muito rico e complexo Sugestões Gastronómicas:  Peixes, mesmo com molhos, aves e outras carnes brancas, carne de veado, queijos, entre muitas outras iguarias. Como Servir:  Entre 10º e 12ºC Teor Alcoólico:  12,8% Vol. Análise Físico-Química Sobrepressão (bar): 6,6 Acidez volátil ( g acético/l ) 0,37 Acidez total ( g tartárico/l ) 5.7 ph: 3,20 Extracto seco total ( g/l ): 22,6 Açucares totais ( g/l ): 0,8 SO2  Total ( mg/l ): 66 Potencial de envelhecimento: 3 anos após dégorgement Enólogo:  José Carvalheira
Espumante São Domingos Extra Reserva Bruto
Nome:  Espumante São Domingos Extra Bruto Região:  Bairrada Classificação:  V.E.Q. Vinho Espumante Qualidade Método:  Clássico Castas:  Arinto, Cercial e Chardonnay. Graduação:  12,5% Vol. A Prova:  Aroma jovem, revelando muita frescura, com notas de alperce e pêra. A presença de levedura é indício do processo clássico de espumantização, Elegância na boca, vivo e muito complexo, bolha finíssima, tudo pleno de equilíbrio. Consensual e versátil para qualquer hora do dia ou da noite. Aroma:  Discreto, mas franco e delicado, onde se descobrem frutos citrinos, algumas notas fermentativas. Bem composto, equilibrado, com acidez muito viva, próprio para pratos de sabor intenso.” 15 Pontos - Luís Lopes, in Revista de Vinhos, Jan.2012 História:  Desde 1937 temos procurado criar Espumantes elegantes, únicos, marcando a personalidade São Domingos. Criamos uma filosofia em que nada foi deixado ao acaso e nenhum cuidado foi omitido. Os Espumantes São Domingos, produzidos pelo método tradicional, igual ao praticado em Champanhe, sempre se caracterizaram por aliar tradição com inovação, distinção com elegância, tendo conquistado grande sucesso junto dos apreciadores desta bebida descoberta pelos monges beneditinos em França no ano de 1531. Gastronomia:  Como aperitivo, pratos de carne, peixe e marisco.