Encostas do Peso Branco
Nome:  Encostas do Peso Classe:  Vinho Branco Região:  Douro Designação:  D.O.C. Douro Castas:  Malvasia Fina, Vital (Malvasia Corada) Folgosão, Síria (Roupeiro) e Donzelinho Branco Vinificação:  Esmagamento com desengace total, seguido de fermentação com forte maceração e temperatura controlada. De entre os vinhos que produzimos, seleccionamos lotes que originam este Caves Vale do Rodo. Proveniente de uma diversidade de castas regionais, este vinho, caracteriza-se pela sua juventude bom corpo, e acidez equilibrada. Nota de Prova:  Aspecto brilhante. Cor citrino. Aroma delicado com nuances a frutos tropicais e com alguma evolução. Sabor fresco, leve e intenso. Sugestões Gastronómicas:  ideal para acompanhar pratos de peixe grelhado, marisco, entradas de ovos ou pastas de fígado e carnes brancas de confecção ligeira. Como Servir:  Entre 6 e 8º C. Teor Alcoólico:  12.5% Vol. Enólogo:  Maria Antónia
Reccua Branco
Nome:   Reccua Classe:  Vinho Branco Região:  Douro Designação:  D.O.C. Douro De entre os vinhos:  Que produzimos, seleccionamos lotes que originam este Caves Vale do Rodo. Proveniente de uma diversidade de castas regionais, este vinho, caracteriza-se pela sua juventude bom corpo, e acidez equilibrada. Notas de Prova:  Cor citrina, Aspecto brilhante, Aroma delicado com nuances a frutos tropicais, Sabor a fruta fresca acidez cítrica e muito viva. Sugestões Gastronómicas:  Ideal para acompanhar pratos de peixe grelhados, patés, carnes brancas e confecções ligeiras. Como Servir:  Entre 8 e 10º C. Teor Alcoólico:  12.5% Vol. Enólogo:  Maria Antónia
Cabeça de Burro Branco
Nome:  Cabeça de Burro Classe:  Vinho Branco Região:  Douro Designação:  D.O.C. Douro Castas:  Malvasia Fina, Ribagato e Fernão Pires Vinificação:  Esmagamento com desengace total, seguido de prensagem pneumática. Vinificação a temperatura controlada. Nota de Prova:  Aspecto brilhante. Cor citrino. Aroma delicado com nuances a frutos tropicais. Sabor fresco, leve e aromático, revelando um conjunto equilibrado. Sugestões Gastronómicas:  ideal para acompanhar pratos de peixe grelhado, marisco, e mesmo como aperitivo. Como Servir:  Entre 8 e 10º C. Teor Alcoólico:  13.0% Vol. Enólogo:  Maria Antónia
Casal do Pousadoiro
Nome:  Casal do Pousadoiro Classe:  Vinho Branco Região:  Douro Superior Designação:  D.O.C. Douro Castas:  Códega de Larinho, Gouveio, Fernão Pires e Viosinho, Vinificação:  Após uma selecção criteriosa das melhores uvas e uma temperatura de fermentação não superior a 16ºC Nota de Prova:  É um vinho jovem fino de aroma frutado no paladar Sugestões Gastronómicas:  Pratos elaborados de peixe e marisco Como Servir:  Entre 8º e 10ºC Teor Alcoólico:  12% vol. Enólogo:  Rui Ramos
Calheiros Cruz Branco
Nome: Calheiros Cruz Classe: Vinho Branco Região: Douro Designação: D.O.C. Douro Castas: Viosinho, Rabigato e Gouveio Nota de Prova: Delicado, fresco e frutado no aroma. Intenso, macio e equilibrado no paladar final longo. Cor citrina brilhante. Sugestões Gastronómicas: Ideal para acompanhar pratos de peixe grelhados, patés, carnes brancas e confecções ligeiras. Como Servir: Entre 8º e 10ºC Teor Alcoólico: 13% Vol. Enólogo: Anselmo Mendes e Fernando Guerra
Boina Branco
Nome:  Boina Branco Classe:  Vinho Branco Região:  Douro Designação:  D.O.C. Douro Castas:  Ribagato, Viosinho com uma pequena percentagem 15% de Códega Branca (Síria) e Códega do Larinho Vinificação: Recepção com desengace total seguida de prensagem, da qual só foi aproveitado o mostro-lagrima. Clarificação a 7ºC durante 3 dias . Fermentação:  Em cubas inox a cerca de 16º C. Nota De Prova:  Sabor fresco, muito fino e equilibrado, apresentando um final de boca muito elegante, notas de limão e flores brancas. Temperatura:  Entre 18º a 20ºC. Teor Alcoólico:  12% Vol. Análise Físico-Química Álcool Vinho:  11.8% Açúcar residual ( G/DM3 )  0.2 PH  3.19 Acidez Total ( G/DM3 ) 6.3 Enólogo:  Nuno Aguiar
Guyot Branco
Nome:  Guyot Branco Classe:  Vinho Branco Região:  Douro Designação:  D.O.C. Douro. Origem:  Uvas provenientes de várias mini-parcelas de vinhas velhas . Localizadas numa zona de solos graníticos a mais 550 metros de altitude. Tendo várias exposições diferentes. Castas:  Vinas velhas onde predominam o Ribagato. A Códega ( Síria ) . a Malvasia Fina e a Códega do Larinho Vinificação: Recepção com desengace total seguida de Maceração durante 6 horas na prensa. Prensagem muito suave. Clarificação a 7ºC durante 3 dias . Fermentação:  De leveduras indígenas em cubas. Durante 8 dias, 40% do vinho acabou a fermentação em barricas muito velhas de carvalho francês. Estagio: 12 Meses em cubas de aço inoxidável com bâtonnage dos quais 40% estagiaram em barricas muito velhas de carvalho Francês durante 9 meses. Nota De Prova: Aroma:  mineral com notas subtis de frutos citrinos e flores selvagens. Sabor:  Volumoso sem ser gordo com uma estrutura muito equilibrada e com uma acidez vibrante Que torna o vinho leve.  Preciso e muito delicado e com a madeira em pleno equilíbrio. Temperatura:  Entre 8º a 10ºC. Teor Alcoólico:  11,5% Vol. Análise Físico-Química Álcool Vinho:  11.3% Açúcar residual ( G/DM3 )  0.6 PH  3.26 Acidez Total ( G/DM3 ) 5.8 Enólogo:  António Olazabal Ferreira e Nuno Aguiar
Pormenor Branco
Nome: Pormenor Classe: Vinho Branco Região: Douro Designação: D.O.C. Douro Castas: Rabigato, Códega do Larinho Vinificação: Esmagamento com desengace total, seguido de fermentação com forte maceração e temperatura controlada Fermentação: Fermentou e estagiou em cuba de inox, apresentando-se muito fresco e mineral, que contrasta com uma elevada acidez, características típicas dos solos de micaxisto Nota de Prova: Apresenta uma cor cristalina, revelando no nariz, aromas frescos a fruta discreta com predominante mineralidade. Na prova, apresenta um bom volume de boca e uma acidez muito própria curiosa e cativante. Um vinho com muita personalidade, leve, equilibrado e elegante, com notas de frutas cítricas e final de boca redondo e fascinante. Sugestões Gastronómicas: Peixe grelhado e Mariscos, Carnes Brancas, Massas Como Servir: Entre 8º e 10ºC Teor Alcoólico: 12.5% Vol. Análise Físico-Química Acidez volátil ( g acético/l ):0.3 Acidez total ( g tartárico/l ):4.6 ph:3.46 Extracto seco total ( g/l ): Açucares totais ( g/l ):0.6 SO2 Total ( mg/l ):0.4 Enólogo: Luís Seabra e Pedro Coelho
Pormenor Reserva Branco
Nome: Pormenor Reserva Classe: Vinho Branco Região: Douro Designação: D.O.C. Douro Castas: Rabigato, Códega do Larinho. Vinificação: Fermentou e estagiou naturalmente durante 9 meses em barricas. Nota de Prova: Cor limpa e vibrante. No nariz, descobrem-se aromas muito contidos e complexos evidenciando uma mineralidade muito própria. Toques cítricos evidentes e cativantes, com sugestões de ananás e lima que não escondem o toque suave do estágio em barrica usada de Carvalho Francês. Na prova, revela-se gordo e encorpado, simultaneamente muito elegante e de final longo com uma secura bastante evidente, resultado de elevada acidez natural, em equilíbrio perfeito com uma tosta de madeira fina e muito bem integrada. Sugestões Gastronómicas: Peixe Assado, Carnes Brancas, Massas com queijos. Como Servir: Entre 8º e 10ºC Teor Alcoólico: 12.5% Vol. Análise Físico-Química Acidez volátil ( g acético/l ):0.4 Acidez total ( g tartárico/l ):1.5 ph:3.26 Açucares totais ( g/l ):1.5g SO2 Total ( mg/l ):0.6 Enólogo: Luís Seabra e Pedro Coelho
Zimbro Reserva Branco
Nome: Zimbro Reserva Classe: Vinho Branco Região: Douro Superior Designação: D.O.C. Douro Castas: Cerceal, Malvasia Fina Gouveio, Rabigato e Códega de Larinho Vinificação: As uvas com desengace parcial. Após prensagem fermentam em barricas de carvalho francês e de leste. Estágio: 6 meses em barricas de carvalho francês e de leste. Nota de Prova: Cor: Citrino pálido. Nariz: Cheio e com estrutura. Excelente presença aromática a sugerir ananás e citrinos. Boca: Concentrado mas fresco. Surgem notas de madeira com uma estrutura untuosa configurando uma excelente prova, com boa aptidão gastronómica. Sugestões Gastronómicas: Pratos elaborados de peixe e marisco Como Servir: Entre 8º e 12ºC Teor Alcoólico: 12,5% Vol. Enólogo: Francisco Montenegro / Mário Teixeira Menção Honrosa - International Wine Challenge 2011
Grandjó Branco Meio Doce
Nome:  Grandjó Branco Meio Doce Classe:  Vinho Branco Região:  Douro Designação:  Vinho Regional Duriense Sugestões Gastronómicas:  Ideal para acompanhar pratos de peixe grelhado, marisco. Como Servir:  Entre 8 e 10º C. Teor Alcoólico:  13.0% Vol.
Diálogo Branco Niepoort
  Nome:  Diálogo Classe:  Vinho Branco Designação:  D.O.C. Douro Castas:  Rabigato, Códega do Larinho, Gouveio, Dona Branca, Viosinho, Bical e outras. Idade das Cepas:  20-50 Anos Vinificação: O ano vitícola de 2016 caracterizou-se atípico, o Inverno foi quente e chuvoso, a Primavera fria e com muito chuva e o Verão extremamente quente e seco. As condições do estado do tempo contribuíram para um abrolhamento precoce (cerca de duas semanas) verificando-se, no entanto, ao longo da Primavera, um atraso significativo do ciclo vegetativo, em especial do “Pintor”, que ocorreu com cerca de duas semanas de atraso. Após uma decantação natural de aproximadamente 24 horas, 30% do mosto fermentou em barricas de carvalho francês usadas e o restante em cubas de inox durante 8 meses, com as leveduras indígenas. Fermentação:  Cubas de aço inox (75%) e barricas de carvalho francês (25%) Notas de Prova:  Ainda muito jovem, o vinho mostra já um bom equilíbrio e harmonia. Com aroma fresco, delicado e mineral, sobressaem notas de citrinos e ervas frescas. Na boca é envolvente e com boa acidez. É um branco com estrutura q.b. mas sem pesar. O final de boca é elegante com boas notas cítricas e minerais. Um branco que apresenta juventude e vivacidade, muito fácil de beber. Perfeito para as mais diversas ocasiões. Sugestões Gastronómicas: Peixes grelhados e assados, pasta com frutos do mar, carnes brancas Como Servir:  Entre 8 e 10º C: Teor Alcoólico:  12.3% Vol. Análise Físico-Química Açúcar residual ( G/DM3 )  1.4 PH  3.3 Acidez Total ( G/DM3 ) 5 Acidez volátil ( G/DM3 ) 0,5 SO2 Livre de Enchimento ( MG/DM3 ) 43 SO2  Total ( MG/DM3): 97 Enólogo:  Dirk Niepoort