VILLA PALMA TINTO
Nome: Villa Palma Classe:  Vinho Tinto Região:  Península de Setúbal Classificação:  Palmela Tinto DO Castas:  Castelão, Syrah e Aragonês. Historial: O vinho Villa Palma é uma homenagem à formosa Vila De Palmela designada também por muitos como “ Terra Mãe de Vinhos “ O castelo de palmela situado na península de Setúbal implantou-se numa sumptuosa colina da Serra da arrábida nas proximidades do Rio Sado e não muito distante do Tejo. No entanto devido á sua importância estratégica e económica, a antiga povoação de palmela foi Romanizada por um Magistrado da Lusitânia com o nome de Cornélio Palma, um dos principais influenciadores da cultura do vinho e da vinha na região. Vinificação:  Fermentação em cubas de inox com temperatura controlada e uma maceração pelicular prolongada. Nota de Prova: A cor rubi com reflexos violáceos. Aroma a frutos vermelhos evoluindo para algumas notas de compota e especiarias. Na boca é macio e com taninos aveludados apresentando um final de boca agradável. Sugestões Gastronómicas:  Pratos de carne, caça e bacalhau. Como Servir:  Entre 14 e 16ºC Analises: PH: 3,65 Acidez Total: 5,1 g/l Teor Alcoólico:  13.5% Vol. Enólogo:
VILLA PALMA Reserva Tinto
Nome: Villa Palma Reserva Tinto Classe:  Vinho Tinto Região:  Península de Setúbal Classificação:  Palmela Tinto DOC Castas:  Castelão, Syrah, Aragonês e Cabernet Sauvignon. Historial: O vinho Villa Palma é uma homenagem à formosa Vila De Palmela designada também por muitos como “ Terra Mãe de Vinhos “ O castelo de palmela situado na península de Setúbal implantou-se numa sumptuosa colina da Serra da arrábida nas proximidades do Rio Sado e não muito distante do Tejo. No entanto devido á sua importância estratégica e económica, a antiga povoação de palmela foi Romanizada por um Magistrado da Lusitânia com o nome de Cornélio Palma, um dos principais influenciadores da cultura do vinho e da vinha na região. Vinificação:  Fermentação cuidada e uma maceração pelicular prolongada, seguidas de um estágio de 8 meses em barricas de carvalho francês e americano. Nota de Prova: A cor rubi com reflexos violáceos. Aroma a frutos vermelhos evoluindo para algumas notas de compota, tosta e baunilha. Na boca é macio e com taninos aveludados apresentando um final de boca agradável. Sugestões Gastronómicas:  Ideal com todos os pratos de cozinha tradicional portuguesa, pratos de caça, carnes grelhadas, queijos e bacalhau. Como Servir:  Entre 16 e 18ºC Analises: PH: 3,78 Acidez Total: 5,4 g/l Teor Alcoólico:  14% Vol. Enólogo: