Placeholder
Fonte das Moças Tinto Reserva
Nome: Fonte das Moças Reserva Classe: Vinho Tinto Região: Estremadura Designação: Vinho Regional Estremadura Castas: Touriga Nacional 50%, Tinta Roriz 30% e Syrah 20% Vinificação: Sistema clássico de "curtimenta", com controlo térmico de fermentação a 27º-28ºC.  Estágio: De 12 meses em madeira de carvalho francês. Como Servir: 10º a 12ºC Grau Alcoólico: 14.0% Vol Enólogo: João Melícias Duarte
Quinta Atela Tinto
Nome: Quinta da Atela Classe:  Vinho Tinto Região:  Tejo Classificação:  Vinho Regional Tejo Castas:  Castelão, Caladoc, Petit Verdot, Touriga Nacional, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon Historial: Quinta da Atela nasceu em 1346 como proprietários os Condes de Ourém, sendo doada ao Convento da Graça de Santarém dos Agostinhos Calçados, ainda denominada Quinta da Goucha, actualmente Quinta da Atela. Foi adquirida em 2017 pelos actuais proprietários, VALGRUPO. Situada na margem sul do Tejo, concelho de Alpiarça, com 105 hectares de vinha. Nota de Prova: A cor granada, aroma de fruta vermelha bem madura com algumas notas florais. Boca volumosa, bem balanceada com taninos vigorosos de qualidade a marcarem um final de excelente persistência. Sugestões Gastronómicas:  Acompanha  bem com queijos, pratos de carne e caça Como Servir:  Entre 16 e 18ºC Analises: PH: 3,50 Acidez Total: 5 g/l Açucares Totais: 2 g/l Teor Alcoólico:  14.5% Vol. Enólogo:  Luís Guimarães
Quinta Atela da Reserva Tinto
Nome: Quinta da Atela Reserva Classe:  Vinho Tinto Região:  Tejo Classificação:  Vinho Regional Tejo Castas: 20% Touriga Nacional, 20% Alicante Bouschet 20% Castelão e 20% Cabernet Sauvignon Historial: Quinta da Atela nasceu em 1346 como proprietários os Condes de Ourém, sendo doada ao Convento da Graça de Santarém dos Agostinhos Calçados, ainda denominada Quinta da Goucha, actualmente Quinta da Atela. Foi adquirida em 2017 pelos actuais proprietários, VALGRUPO. Situada na margem sul do Tejo, concelho de Alpiarça, com 105 hectares de vinha. Nota de Prova: Ligeira baunilha transmitida pela madeira não encobre o aroma e sabor a frutos vermelhos, com laivos de compota. Taninos firmes nada agressivos. Sugestões Gastronómicas:  Acompanha  na perfeição, pratos condimentados, bem como queijos fortes e enchidos. Como Servir:  Entre 16 e 18ºC Analises: PH: 3,60 Acidez Total: 5.4 g/l Açucares Totais: 2.2g/l Teor Alcoólico:  14.5% Vol. Enólogo:  Luís Guimarães
Areias da Patã Tinto
Nome: Areias da Patã Classe: Vinho Tinto Região: Tejo Designação: Vinho Regional Tejo Castas: Periquita, Tinta Roriz e Trincadeira. Vinificação: Tradicional dos tintos de curtimenta com remontagens e controlo de temperaturas. Estágio: Em cubas inox durante 12 meses. Notas de Prova: Vinho do ano, jovem, de cor viva, macio e frutado. Como Servir: Entre 16º a 18ºC Grau Alcoólico: 12% Vol. Enólogo: Luís Guimarães  
Forma de Arte Tinto 1,5 Litro
Nome:  Forma de Arte Classe:  Vinho Tinto. Região:  Tejo. Designação:  Vinho Regional Tejo Castas: Castelão Francês (Piriquita), Trincadeira Preta e Cabernet Sauvignon. Vinificação:  Colhidas e desengaçadas manualmente, pisadas a pé em pequenos lagares Notas de Prova:  Cor Rubi. Aroma bem conseguido, onde as notas verdes a Cabernet aparecem bem casadas com as restantes castas. Paladar macio e intenso, formando um conjunto forte, final persistente. Sugestões Gastronómicas:  Pratos bem condimentados, carnes e  pratos de caça. Como Servir:  Entre 16º a 18ºC Grau Alcoólico:  13% Vol. Enólogo:  Luís Guimarães
Paço de Aviz Castelão Tinto
Nome:  Paço de  Aviz Classe: Vinho Tinto Região:  Ribatejo Designação: Vinho Regional Ribatejo Castas:  Castelão Vinificação:  Maceração pelicular prolongada em cubas de aço inox. Fermentação:  Com remontagem e controlo de temperatura entre 24º e 27ºC. Estágio 3 meses em barricas de carvalho francês, 3 meses em garrafa. Notas de Prova:  Cor granada, Aroma fruto de amora, bem complexado com um toque subtil da madeira. Paladar encorpado evidenciando a fruta do aroma. Final de prova persistente. Sugestões Gastronómicas:  Pratos bem condimentados, carnes, pratos de caça e queijos. Como Servir:  Entre  16º a 18ºC Grau Alcoólico:  13% Vol. Enólogo:  Luís Guimarães
Marquês de Terena Tinto
Nome:  Marquês de Terena Classe:  Vinho Tinto Região:  Ribatejo Designação:  Vinho Regional Ribatejo Castas:  Castelão Francês, Trincadeira Preta Vinificação:  Curtimenta com maceração prolongada a controlo de temperatura. Notas de Prova:  Cor Rubi. Aroma bem conseguido, onde as notas verdes a Cabernet aparecem bem casadas com as restantes castas. Paladar macio e intenso, formando um conjunto forte, final persistente. Sugestões Gastronómicas:  Pratos bem condimentados, carnes vermelhas e pratos de caça Como Servir: Entre 16º a 18ºC Teor Alcoólico:  13% Vol. Enólogo:  Luís Guimarães
Paço de Aviz Tinto Cabernet Sauvignon
Nome:  Paço de Aviz Classe:  Vinho Tinto Região:  Tejo Designação:  Vinho Regional Ribatejo Castas:  Cabernet Sauvignon Vinificação:  Maceração pelicular prolongada em cubas de aço inox. Fermentação:  Com remontagem e controlo de temperatura entre 24º e 27ºC. Estágio 3 meses em barricas de carvalho francês, 3 meses em garrafa. Notas de Prova:  Frutos silvestres, bem casados com um toque subtil da madeira, evidenciando também as notas de pimentos verdes tão característicos desta casta. Paladar encorpado, macio, evidenciando a fruta do aroma, final persistente. Sugestões Gastronómicas:  Pratos bem condimentados, carnes, pratos de caça e queijos. Como Servir:  16º a 18ºC Grau Alcoólico:  13% Vol. Enólogo:  Luís Guimarães
Paço de Aviz Prestige Reserva Tinto
Nome:  Paço de Aviz Prestige Timto Classe:  Vinho Tinto Região:  Tejo Designação:  Vinho Regional Ribatejo Castas:  Castelão, Touriga Nacional, Trincadeira, Tinta Roriz e Cabernet Sauvignon. Vinificação:  Colhidas e desengaçadas manualmente , pisadas a pé em pequenos lagares de madeira ao longo de 22 dias seguindo de imediato para barricas novas de carvalho francês. Fermentação:  Malolática  e estagiou durante oito meses Notas de Prova:  Frutos silvestre, bem casados com um toque subtil da madeira. Sugestões Gastronómicas:  Pratos bem condimentados, carnes, pratos de caça e queijos. Como Servir:  Entre 16º a 18ºC Grau Alcoólico:  13% Vol. Enólogo:  Luís Guimarães
Azul Portugal Palmela
Nome:  Azul Portugal Ribatejo Classe:  Vinho Tinto Região:  Tejo Designação:  D.O.C. Tejo Castas:  Castelão (Piriquita) (80%), Trincadeira (20%) Vinificação:  Desengace e esmagamento Fermentação:  A temperaturas controladas co maceração em ânforas Argelinas. Prensagem pneumática, fermentação malolática em cubas de aço inoxidável. Filtragem e engarrafamento Notas de Prova: Cor:  Límpido, vermelho escuro. Aroma:  Complexo a frutas silvestres frescas, sobressaindo a framboesa. Nuances de morango e aromas florais. Boca:  Tal como o aroma, frutas silvestres frescas, Bem equilibrado com taninos macios boca final complexo e longo. Sugestões Gastronómicas:  Pratos caça, carnes vermelhas, massa e queijos. Como Servir:  Entre 16º a 18ºC Grau Alcoólico:  14% Vol. Produtor:  Companhia das Lezírias Enólogo:  Frederico Falcão