Dão Conciso Tinto 2015 Niepoort
Nome:  Dão Conciso 2015 Niepoort Classe: Vinho Tinto Região:  Dão Designação:  D.O.C. Dão Castas:  Tintas: Baga (40%), Jaen (30%), outras (30%) Idade das Cepas:  Entre os 80 e 100 anos. Fermentação:  Lagar com 50% engaço O Conciso é a nossa interpretação de um Dão fino e elegante, um vinho que mostra todo o potencial e carácter de uma vinha muito velha. Esta vinha centenária, plantada em solo de granito e virada a Este, na encosta da Serra da Estrela, tem castas misturadas onde a Baga e o Jaen são predominantes. Vinificação:  O ano vitícola 2015 no Dão ficou marcado por um Inverno mais seco do que o ano anterior, mas a precipitação que caiu no início da Primavera permitiu obter algumas reservas de água no solo, que deram suporte à planta durante os meses secos de Primavera e Verão. Sendo um ano precoce, em Julho, a vinha já se encontrava na fase de pintor, e a vindima começou uma semana mais cedo do que no ano anterior. A vindima foi curta, decorreu em condições meteorológicas ideais e terminou a 19 de Setembro. Nota de Prova:  O Conciso 2015 é leve na cor com tons violeta. Num ano como 2015, o perfil aromático é mais expressivo, com muita fruta e complexidade. Mostra um aroma fresco, marcadamente mineral, com frutos do bosque, flores, especiarias (pimenta e cravinho). Com tempo no copo vai crescendo, ganhando finesse e precisão, pelo que a decantação é quase obrigatória. De média concentração, na boca é envolvente com fruta fresca e taninos sedosos. Um vinho com presença, mas elegante e muito fresco. Um registo do Dão muito próprio, com boa acidez, onde o equilíbrio e harmonia são evidentes. Apresenta um final de boca longo, profundo e delicado. Deve ser bebido em copos tipo Borgonha. Sugestões Gastronómicas: Pratos de gastronomia tradicional, como feijoada, coelho estufado e pratos de caça. Arroz de pato. Como Servir:  Entre 16º a 18ºC. Teor Alcoólico: 12 % Vol. Análise Físico-Química Extracto Seco  G/DM3 )  24.5 Acidez residual  G/DM3 )  0.6 PH  3.8 Acidez Total ( G/DM3 ) 4.8 Acidez volátil ( G/DM3 ) 0,64 SO2 Livre de Enchimento ( MG/DM3 ) 35 SO2  Total ( MG/DM3): 72 Massa Volúmica ( G/CM3 ) 0.99 Enólogo:  Dirk Niepoort
Dão 93 Anos de História Tinto
Nome:  93 Anos de História Classe:  Vinho Tinto Região:  Dão Designação:  DOP Dão Castas:  Touriga Nacional 100%. Vinificação:  Um lote rigorosamente seleccionado de uvas da casta Touriga Nacional, foram vindimadas manualmente e cuidadosamente vinificadas com maceração completa. Após a fermentação malolática o vinho estagiou durante 12 meses em pipas de carvalho francês. Foi engarrafado após clarificação mínima. Nota de Prova:  Cor Retinta violácea. Aroma muito intenso a frutos vermelhos, frutos negros, bergamota, baunilha, coco e especiarias. Sabor volumoso e vigoroso. Percepção das sensações frutadas e da madeira onde estagiou, sentidas pela via nasal detecta. Taninos presentes, mas bem domados. Grande capacidade de envelhecimento.~ Potencial Envelhecimento:  no mínimo 12 Anos Como Servir:  Entre 17º e 18ºC Teor Alcoólico:  14.0% Vol. Análise Físico-Química Acidez volátil ( g acético/l ) 0,58 Acidez total ( g tartárico/l ) ,5,47 ph: 3,65 Extracto seco total ( g/l ): 35,9 Açucares totais ( g/l ): 1,3 SO2  Total ( mg/l ): 114 Enólogo:  José Carvalheira
Dão Porta dos Cavaleiros Tinto
Nome: Porta dos Cavaleiros Classe: Vinho Tinto Região: Dão Designação: D.O.C. Dão Castas: Touriga Nacional 45%, Tinta Roriz 35% e Alfrocheiro 20%. Idade das Cepas: Entre os 20 e 50 anos Vinificação:Uvas provenientes de algumas dos melhores terroir da região do Dão, vinificadas de forma cuidada pela tecnologia clássica de curtimenta. Fermentação: Em cubas de inox Nota de Prova:Cor Granada profunda. Aroma Resinas, anisadas, frutos vermelhos, caruma e bálsamo, complexados por ténues notas aromáticas cedidas pela madeira de carvalho, onde estagiou. Sabor Estruturado, com taninos domados e muito boa persistência. Sugestões Gastronómicas: Pratos de cozinha tradicional portuguesa, tais como vitela estufada, arroz de pato, bacalhau assado no forno. Enchidos tradicionais. Potencial Envelhecimento: 6/8 Anos Como Servir: Entre 16º a 17º. Teor Alcoólico: 13.5% Vol. Análise Físico-Química Acidez volátil ( g acético/l ):0,70 Acidez total ( g tartárico/l ):5,92 ph: 3,59 Extracto seco total ( g/l ): 32,3 Açucares totais ( g/l ): 1,5 SO2 Total ( mg/l ): 12 Enólogo: José Carvalheira  
Dão Porta dos Cavaleiros Tinto 375 Ml
Nome:  Dão Porta Cavaleiros Tinto 375 Ml Classe:  Vinho Tinto Região:  Dão Designação:  DOC Dão Castas:  Touriga Nacional 45%, Tinta Roriz 35% e Alfrocheiro 20%. Vinificação:  Uvas provenientes de algumas dos melhores terroir da região do Dão, vinificadas de forma cuidada pela tecnologia clássica de curtimenta. Fermentação: Em cubas inox. Nota de Prova:  Cor Granada profunda. Aroma Resinas, anisadas, frutos vermelhos, caruma e bálsamo, complexados por ténues notas aromáticas cedidas pela madeira de carvalho, onde estagiou. Sabor Estruturado, com taninos domados e muito boa persistência. Potencial Envelhecimento: 6/8 Anos Como Servir:  Entre 16º e 17ºC Sugestões Gastronómicas:  Pratos de Cozinha tradicional portuguesa, tais como vitela estufada, arroz de pato bacalhau assado no forno. enchidos tradicionais. Teor Alcoólico:  13.5% Vol. Análise Físico-Química Acidez volátil ( g acético/l ) 0,70 Acidez total ( g tartárico/l ) ,5,92 ph: 3,59 Extracto seco total ( g/l ): 32,3 Açucares totais ( g/l ): 1,5 SO2  Total ( mg/l ): 125 Enólogo:  José Carvalheira
Dão Porta Dos Cavaleiros Tinto 1973
Nome:  Dão Porta  DOS Cavaleiros  Tinto 1973 Classe:  Vinho Tinto Região:  Dão Designação:  DOC Dão Fundada em 1920 pelos irmãos José, Manuel e Albano Costa, as Caves São João são uma empresa familiar que, a princípio, se dedicava à comercialização de vinhos finos de Douro e licores. Aquela que é hoje a empresa familiar vinícola mais antiga ainda em actividade no concelho de Anadia, passou, nos anos 30 Vinificação:  Uvas provenientes de um dos melhores terroirs da região do Dão, vinificadas de forma cuidada pela tecnologia clássica de curtimenta. Como Servir:  Entre 16º e 17ºC
Dão Porta Dos Cavaleiros Tinto 1974
Nome:  Porta  Dos Cavaleiros Tinto 1974 Classe:  Vinho Tinto Região:  Dão Designação:  DOC Dão Fundada em 1920 pelos irmãos José, Manuel e Albano Costa, as Caves São João são uma empresa familiar que, a princípio, se dedicava à comercialização de vinhos finos de Douro e licores. Aquela que é hoje a empresa familiar vinícola mais antiga ainda em atividade no concelho de Anadia, passou, nos anos 30 Vinificação:  Uvas provenientes de um dos melhores terroirs da região do Dão, vinificadas de forma cuidada pela tecnologia clássica de curtimenta. Como Servir:  Entre 16º e 17ºC
Dão Porta Dos Cavaleiros Tinto 1975
Nome: Dão Porta  DOS Cavaleiros Tinto Classe:  Vinho Tinto Região:  Dão Designação:  DOC Dão Fundada em 1920 pelos irmãos José, Manuel e Albano Costa, as Caves São João são uma empresa familiar que, a princípio, se dedicava à comercialização de vinhos finos de Douro e licores. Aquela que é hoje a empresa familiar vinícola mais antiga ainda em actividade no concelho de Anadia, passou, nos anos 30. Vinificação:  Uvas provenientes de um dos melhores terroirs da região do Dão, vinificadas de forma cuidada pela tecnologia clássica de curtimenta. Como Servir:  Entre 16º e 17ºC
Dão Porta Dos Cavaleiros Tinto 1978
Nome: Dão Porta  DOS Cavaleiros Tinto 1978 Classe:  Vinho Tinto Região:  Dão Designação:  DOC Dão Fundada em 1920 pelos irmãos José, Manuel e Albano Costa, as Caves São João são uma empresa familiar que, a princípio, se dedicava à comercialização de vinhos finos de Douro e licores. Aquela que é hoje a empresa familiar vinícola mais antiga ainda em actividade no concelho de Anadia, passou, nos anos 30. Vinificação:  Uvas provenientes de um dos melhores terroirs da região do Dão, vinificadas de forma cuidada pela tecnologia clássica de curtimenta. Como Servir:  Entre 16º e 17ºC
Dão Porta Dos Cavaleiros Tinto 1985
Nome: Dão Porta  dos  Cavaleiros Tinto  1985 Classe:  Vinho Tinto Região:  Dão Designação:  DOC Dão Fundada em 1920 pelos irmãos José, Manuel e Albano Costa, as Caves São João são uma empresa familiar que, a princípio, se dedicava à comercialização de vinhos finos de Douro e licores. Aquela que é hoje a empresa familiar vinícola mais antiga ainda em actividade no concelho de Anadia, passou, nos anos 30. Vinificação:  Uvas provenientes de um dos melhores terroirs da região do Dão, vinificadas de forma cuidada pela tecnologia clássica de curtimenta. Como Servir:  Entre 16º e 17ºC Teor Alcoólico:  12.5% Vol.
Dão Porta dos Cavaleiros Reserva Tinto 1991 1,5 L
Nome:  Dão Porta  DOS Cavaleiros  1991 1,5 L Classe:  Vinho Tinto Região:  Dão Designação:  DOC Dão Fundada em 1920 pelos irmãos José, Manuel e Albano Costa, as Caves São João são uma empresa familiar que, a princípio, se dedicava à comercialização de vinhos finos de Douro e licores. Aquela que é hoje a empresa familiar vinícola mais antiga ainda em atividade no concelho de Anadia, passou, nos anos 30 Vinificação:  Uvas provenientes de um dos melhores terroirs da região do Dão, vinificadas de forma cuidada pela tecnologia clássica de curtimenta. Como Servir:  Entre 16º e 17ºC Teor Alcoólico:  13% Vol.
Dão Porta dos Cavaleiros Reserva Tinto 1985
Nome: Dão Porta dos Cavaleiros Reserva Tinto 1985 Classe:  Vinho Tinto Região:  Dão Designação:  DOC Dão Fundada em 1920 pelos irmãos José, Manuel e Albano Costa, as Caves São João são uma empresa familiar que, a princípio, se dedicava à comercialização de vinhos finos de Douro e licores. Aquela que é hoje a empresa familiar vinícola mais antiga ainda em actividade no concelho de Anadia, passou, nos anos 30. Vinificação:  Uvas provenientes de um dos melhores terroirs da região do Dão, vinificadas de forma cuidada pela tecnologia clássica de curtimenta. Como Servir:  Entre 16º e 17ºC
Dão Porta dos Cavaleiros Reserva Tinto 2015
Nome:  Dão Porta Cavaleiros Reserva 2015 Classe:  Vinho Tinto Região:  Dão Designação:  DOC Dão Castas:  Touriga Nacional 100% Vinificação:  Uvas provenientes de um dos melhores terroirs da região do Dão, vinificadas de forma cuidada pela tecnologia clássica de curtimenta. Nota de ProvaCor Rubi Opaca Aroma :  Frutos  negros e vermelhos maduros, bergamota e ligeira percepção  de notas de barrica de carvalho, onde estagiou. Sabor:  Volumoso, com acidez moderada e taninos presentes, mas domados. Boa persistência olfacto-gustativa. Potencial Envelhecimento: 6/8 Anos Como Servir:  Entre 16º e 17ºC Sugestões Gastronómicas:  Carnes  grelhadas ou assadas, peixes gordos, queijos de pasta mole. Teor Alcoólico:  13.6% Vol. Análise Físico-Química Acidez volátil ( g acético/l ) 0,38 Acidez total ( g tartárico/l ) 5,57 ph: 3,55 Extracto seco total ( g/l ): 28.4 Açucares totais ( g/l ): 0.9 SO2  Total ( mg/l ): 76 Enólogo:  José Carvalheira Prémios: Medalhas de Ouro – Mundus Vini 2014. Prémio de Excelência – Concurso Uva D´Ouro 2014. Medalhas de Ouro – Mundus Vini 2018.