Vinha D´Ervideira Tinto 375 Ml
Nome:  Vinha D´Ervideira Classe:  Vinho Tinto Região:  Alentejo Designação:  D.O.C – Alentejo Castas : Trincadeira, Aragonêz, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon Vinificação:  As castas são vinificadas separadamente. A Trincadeira, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon fermentam em lagares de inox de pisa mecânica, a uma temperatura controlada de 25ªC. A casta Aragonez fermenta em depósitos horizontais (vinimatics). Envelhecimento:  Estágio de 6 meses, em barricas de carvalho Francês e Americano. Longevidade:  4 a 6 anos. Nota de Prova:  Vinho de tons granada, com notas de ameixa, frutos silvestres e especiarias no aroma. Na boca é macio, com uma estrutura notória e elegante que persiste no final. Sugestões Gastronómicas:  Com um rosbife de mertolengo com molho de mostarda, ou javali estufado. Como Servir:  Entre 16 e 18º C. Teor Alcoólico:  13.5% vol. Enólogo:  Nelson Rolo
Vinha D´Ervideira Tinto Edição Especial
Nome:   Vinha D`Ervideira  Classe:  Vinho Tinto RegiãoAlentejo Region: Alentejo Designação:  D.O.C – Alentejo Designation: DOC – Alentejo Castas: 4 Castas = 4 Gerações Grapes  Varieties: 4 Grapes = 4 Generations Vinificação:  Maceração Pré - Fermentativa a baixas temperaturas, Fermentação em lagares equipados com robot de pisa mecânico, Fermentação Malolática em barricas de Carvalho Francês. Vinification: Maceration Pre – Fermentative at low temperatures, Fermentation in tanks equipped with mechanical robot steps, Malolactic fermentation in French oak barrels. Envelhecimento:  Estágio em Barricas de Carvalho Francês, durante 6 meses. Ageing:  6 months in French oak barrels. Prova: Uma exuberante intensidade aromática a cacau, menta e groselhas, que resultam numa prova apelativa, gulosa, com taninos bem presentes e integrados, que resultam num final de boca persistente e longo. Taste : A good intensity aromatic at chocolate, mint and currants, resulting in an appealing, greedy race, with tannins present and well integrated, resulting in a final long and persistent mouth. Como Servir: Entre 16 e 18º C, com bochecha de vitela mirandesa estufada com especiarias. How to Serve: Between 16 and 18 º C, with cheek of “mirandesa” veal stewed with spices Como Servir:  Entre 16 e 18º C. Teor Alcoólico:  14.0% vol. Enólogo/ Oenologist:  Nelson Rolo
Vinha D’Evideira Tinto Bio-Nature
Nome:  Vinha D´Ervideira Bio-Nature Classe:  Vinho Tinto Região:  Alentejo Designação:  D.O.C – Alentejo Castas:  Trincadeira, Aragonêz e Cabernet Sauvignon Vinificação:  As uvas são transportadas a temperaturas muito baixas para preservar a sua qualidade, já na adega, as uvas entram em cubas de fermentação, mantendo a temperatura a 8º para fazer maceração pré-fermentativa. A temperatura sobe suavemente, para fazer uma fermentação longa e cuidada, para preservar os aromas da natureza. Envelhecimento: Estágio de 6 meses, em barricas de carvalho Francês e Americano. Longevidade: 6 a 8 anos. Nota de Prova:  Uma verdadeira homenagem á natureza. Com uma intervenção humana mínima. Aromaticamente fino, exuberante, sedutor onde se destacam as amoras, groselhas e ameixas. Na boca tem volume, estrutura, intensidade e termina com uma boa persistência. Como Servir:  Entre 16 e 18º C. Teor Alcoólico: 14% Vol. Enólogo:  Nelson Rolo
Terras D’Ervideira Tinto
Nome: Terras D`Ervideira Classe: Vinho Tinto Região: Reguengos - Alentejo Designação: Vinho Regional Alentejano Castas: Trincadeira, Aragonêz, Syrah Vinificação: A fermentação ocorre, casta por casta, em cubas de inox rotativas (vinimatics), com temperatura controlada a 25ºC. Longevidade: 2 a 3 anos. Notas de prova: É um tinto jovem, apresenta uma cor granada intensa, com notas de ameixa, frutos silvestres e especiarias no aroma. Na boca é aveludado, com um conjunto equilibrado de acidez e suaves taninos. Sugestões Gastronómicas: Com pratos de carne grelhada. Como Servir: Entre 15 e 16º C. Teor Alcoólico: 13.0% Vol. Enólogo: Nelson Rolo Prémios: Challenge  Intenational Du Vin - France 2010 Médaille de Bronze
Conde D’Ervideira Reserva Tinto
Nome: Conde D´Ervideira Reserva Classe: Vinho Tinto Região: Alentejo Designação: D.O.C – Alentejo Castas: Trincadeira, Aragonêz, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon Vinificação: Selecção dos melhores lotes de uvas, vinificados casta por casta. O Aragonêz fermenta em “vinimatics”, enquanto que as restantes castas fermentam em lagares equipados com robot de pisa mecânica. O processo decorre a uma temperatura controlada de 25ºC. Envelhecimento: Estágio de 8 meses em barricas novas, maioritariamente, de carvalho Francês. O blend é depois engarrafado, permanecendo em cave durante o período mínimo de um ano. Longevidade: 6 a 8 anos. Prova: Apresenta aromas de compotas de frutos vermelhos, complexados pela madeira. É aveludado, apresentando uma excelente estrutura e suaves taninos. Como Servir: Entre 16 e 18º C. Sugestões Gastronómicas: Com rosbife de carne mertolenga e molho de mostarda. Teor Alcoólico: 13.5% Vol. Enólogo: Nelson Rolo
Conde D´Ervideira Garrafeira
Nome:  Conde D´Ervideira Garrafeira Classe:  Vinho Tinto Região:  Alentejo Designação:  D.O.C – Alentejo Castas:  Trincadeira, Aragonêz e Alicante Bouschet Vinificação:  Selecção dos melhores lotes de uvas, vinificados casta por casta. O Aragonez fermenta em “vinimatics”, enquanto que as restantes castas fermentam em lagares equipados com robot de pisa mecânica. O processo decorre a uma temperatura controlada de 25ºC. Envelhecimento:  Estágio de 12 meses em barricas novas, maioritariamente, de carvalho Francês. O vinho depois é engarrafado, permanecendo em cave durante o período mínimo de um ano. Longevidade:  6 a 8 anos. Nota de Prova:  Apresenta aromas de compotas de frutos vermelhos, complexados pela madeira. É aveludado, apresentando uma excelente estrutura e suaves taninos. Como Servir:  Entre 16 e 18º C. Sugestões Gastronómicas:  Com rosbife de carne mertolenga e molho de mostarda. Teor Alcoólico:  13.5% vol. Enólogo:  Nelson Rolo
Conde D´Ervideira Privat Selection
Nome:  Conde D´Ervideira Privat Selection Classe:  Vinho Tinto Região:  Alentejo Designação:  D.O.C – Alentejo Castas:  Trincadeira, Aragonêz, Alicante Bouschet. Vinificação:  Selecção dos melhores lotes de uvas, vinificados casta por casta. O Aragonêz fermenta em “vinimatics”, enquanto que as restantes castas fermentam em lagares equipados com robot de pisa mecânica. O processo decorre a uma temperatura controlada de 25ºC. Envelhecimento:  Estágio de 8 meses em barricas novas, maioritariamente, de carvalho Francês. O blend é depois engarrafado, permanecendo em cave durante o período mínimo de um ano. Longevidade:  6 a 8 anos. Nota de Prova:  Apresenta aromas de compotas de frutos vermelhos, complexados pela madeira. É aveludado, apresentando uma excelente estrutura e suaves taninos. Como Servir:  Entre 16 e 18º C. Sugestões Gastronómicas:  Com rosbife de carne mertolenga e molho de mostarda. Teor Alcoólico:  13.0% Vol. Enólogo:  Nelson Rolo
Conde D´Ervideira Vinho da Água
Nome:  Conde D´Ervideira Vinho da Água Classe:  Vinho Tinto Região:  Alentejo Designação:  D.O.C – Alentejo Castas:  Touriga Nacional, Aragonez, Alicante Bouschet, Cabernet Sauvignon Vindima Mecânica e nocturna. Vinificação:  Foi elaborada a partir de um blend das castas Touriga Nacional, Aragonez, Alicante Bouschet e Cabernet  Sauvignon, escolhidas criteriosamente para elaborar um vinho único, exclusivo e apaixonante Estágio:  Ganhou complexidade, volume e persistência ao ser estagiado em barricas de carvalho Francês. Após o estágio nas barricas foi engarrafado e submergido nas calmas e tranquilas águas do grande lago Alqueva, junto à baía da Amieira Marina, onde maturou a 30m de profundidade, em condições verdadeiramente únicas  e de excelência, ao longo de 8 meses. Longevidade:  6 a 8 anos. Nota de Prova:  Um vinho de características únicas, com uma grande exuberância aromática, taninos firmes mas doceis, capaz de impressionar e apaixonar os que tiverem o prazer de “descobrir” este TESOURO. Como Servir:  Entre 16 e 18º C. Sugestões Gastronómicas:  Com rosbife de carne mertolenga e molho de mostarda. Teor Alcoólico:  13.5% Vol. Enólogo:  Nelson Rolo  
Lusitano Ervideira Tinto
Nome:  Lusitano (Colheita Selecionada) Classe: Vinho Tinto Região:  Reguengos - Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas:  Trincadeira e Aragonêz e Cabernet Sauvignon Vinificação:  Fermentação casta por casta, em cubas rotativas (vinimatics) com controlo de temperatura a 25º C. Estagio:  Em barricas de carvalho Húngaro Notas de prova:  É um tinto jovem, apresenta uma cor granada e aromas de groselhas, ameixas vermelhas e algumas especiarias. Na boca é aveludado, com um conjunto equilibrado de acidez e suaves taninos. Sugestões Gastronómicas:  Com pratos de carne ligeira e grelhados. Como Servir:  Entre 15 e 16º C. Teor Alcoólico:  13.5% vol. Enólogo:  Nelson Rolo
Lusitano Colheita Seleção 1,5 L
Nome:  Lusitano (Colheita Selecionada) Classe: Vinho Tinto Região:  Reguengos - Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas:  Trincadeira e Aragonêz e Cabernet Sauvignon Vinificação:  Fermentação casta por casta, em cubas rotativas (vinimatics) com controlo de temperatura a 25º C. Estagio:  Em barricas de carvalho Húngaro Notas de prova:  É um tinto jovem, apresenta uma cor granada e aromas de groselhas, ameixas vermelhas e algumas especiarias. Na boca é aveludado, com um conjunto equilibrado de acidez e suaves taninos. Sugestões Gastronómicas:  Com pratos de carne ligeira e grelhados. Como Servir:  Entre 15 e 16º C. Teor Alcoólico:  13.5% vol. Enólogo:  Nelson Rolo
Lusitano Tinto Reserva Ervideira
Nome:  Lusitano Reserva Classe: Vinho Tinto Região:  Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas:  Aragonêz, Tinta Caiada e Alicante Bouschet Vinificação:  Neste vinho, a fermentação alcoólica ocorre casta a casta, em cubas de inox, horizontais e rotativas (vinimatics), com temperatura controlada de 25ºC. Envelhecimento:  Estágio de 6 meses em barricas de carvalho húngaro. Longevidade:  3 anos. Nota Prova:  Encontrará neste vinho algumas das características próprias do cavalo lusitano de temperamento nobre, generoso e ardente, mas sempre dócil e sofredor, de andamentos ágeis e elevados, suaves e de grande comodidade para o cavaleiro. Prove-as, de perfil jovem e atractivo, este vinho apresenta uma cor granada, aromas a groselhas, ameixas vermelhas e algumas especiarias. É aveludado e com um conjunto equilibrado de acidez e suaves taninos. Estagio:  Em barricas de carvalho Húngaro Sugestões Gastronómicas:  Com pratos de carne ligeira e grelhados. Como Servir:  Entre 15 e 16º C. Teor Alcoólico:  13.5% Vol. Enólogo:  Nelson Rolo
S de Sol Tinto Ervideira
Nome:  S de Sol Classe:  Vinho Tinto Região:  Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas:  Trincadeira, Aragonêz, Alicante Bouschet Vinificação:  A fermentação ocorre, casta por casta em cubas de inox rotativas de forma a potenciar os aromas intensos e frutados das planícies com temperatura de fermentação controlada a 25 º C. Longevidade : 3 a 4 anos. Nota de Prova:  Feche os olhos e siga viagem de tons quentes criados pelo generoso e acolhedor, Sol Alentejano. Á flor da pele o corpo toma forma o calor em estado líquido. É um tinto jovem, apresenta uma cor granada intensa, com notas de ameixa, frutos silvestres e especiarias no aroma. Na boca é aveludado, com um conjunto equilibrado de acidez e suaves taninos. Sugestões Gastronómicas:  Com pratos de carne ligeira e grelhados. Como Servir:  Entre 15 e 16º C. Teor Alcoólico:  14.0% Vol. Enólogo:  Nelson Rolo.