Tinoco Regional Branco Alentejano
Nome:  Tinoco Classe: Vinho Branco Região:  Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas:  Arinto, Antão Vaz e Verdelho Vinificação:  Fermentação em cubas de inox com temperatura de fermentação controlada de 14º em câmara de frio. Nota de Prova:  Apresenta-se de tons citrinos e aromas tropicais. Na boca revela uma frescura exuberante a par de uma correta acidez. Leve fresco e com um final agradável. Sugestões Gastronómicas:  Com pratos de peixe cozido ou grelhado e marisco. Como Servir:  Entre 6 e 8º C. Teor Alcoólico:  13% Vol. Enólogo:  António Ventura
Tinoco Alentejano Branco 375 Ml
Nome:  Tinoco Classe: Vinho Branco Região:  Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas:  Arinto, Antão Vaz e Verdelho Vinificação:  Fermentação em cubas de inox com temperatura de fermentação controlada de 14º em câmara de frio. Nota de Prova:  Apresenta um aroma a frutos tropicais. Na boca revela uma frescura exuberante a par de uma correta acidez. Leve fresco e com um final agradável. Sugestões Gastronómicas:  Com pratos de peixe cozido ou grelhado e marisco. Como Servir:  Entre 6 e 8º C. Teor Alcoólico:  13% Vol. Enólogo:  António Ventura
Nóia Branco Adega do Montado
Nome: Nóia (Ganda Nóia) Classe:  Vinho Branco Região:  Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas:  Arinto 50%, Antão Vaz 30% e Viognier 20% Este Vinho foi inspirado, sonhado e desenhado a partir das castas Arinto, Antão Vaz e Viognier. A inspiração surge na magnifica paisagem das nossas vinhas, onde as videiras crescem e permitem produzir uvas de grande qualidade, e com extraordinário potencial. Este vinho é fiel, com uma identidade e cumplicidade única, como o nosso Nóia Nota de Prova:  Desenhar o vinho foi elaborar de forma precisa e cirúrgica o Blend final. Potenciar o Arinto, privilegiando a acidez, frescura e salinidade e desta forma integrar a tropicalidade do Antão Vaz, com a sedutora e sublime expressão de alperce, acácia e violetas do Viognier. Como Servir:  Entre 6 e 8º C Sugestões Gastronómicas:  Com pratos de peixe cozido ou grelhado. Como Servir:  Entre 6 e 8º C. Teor Alcoólico:  13% Vol. Acidez Total: 4,9 g/L Acidez Volátil: 0,24 g/L Açucares Totais: 0,6g/dm3 Enólogo:  Enólogo/Winemaker | Nelson Rolo / Paulo Maurício
Monte das Bagas de Ouro Branco Adega do Montado
Nome: Monte das Bagas de Ouro Classe:  Vinho Branco Região:  Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas: Antão Vaz 80% e Arinto 20% Vinificação: Nota de Prova:  Queremos que este vinho espelhe a paixão que nos prendeu à planície Alentejana.. as cores.. os aromas...os sabores. O sonho de expressar as emoções num vinho concretizou-se. Aromaticamente muito intenso, exuberante com uma expressão de alperce...marcante e muito sedutor. Ficamos com vontade de o provar. Na boca uma frescura irrequieta onde sobressai lima... acidez marcante, que gera muito prazer. Dá vontade de repetir. Um Alentejano diferente, com personalidade. Como Servir:  Entre 8 e 10º C Sugestões Gastronómicas:  Com pratos de peixe cozido ou grelhado. Como Servir:  Entre 6 e 8º C. Teor Alcoólico:  14% Vol. Acidez Total : 5,4 g/L Acidez Volátil: 0,31 g/L Açucares Totais: 0,8g/dm3 Enólogo:  Enólogo/Winemaker | Nelson Rolo / Paulo Maurício
Monte das Bagas de Ouro Reserva Branco Adega do Montado
Nome: Monte das Bagas de Ouro Reserva Classe:  Vinho Branco Região:  Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas: Antão Vaz Nota de Prova:  A casta Antão Vaz foi a nossa inspiração, a nossa riqueza, a base e a razão deste Reserva. Aromaticamente é expressivo, intenso e envolvente, onde predominam os aromas de frutos tropicais com muita frescura e uma surpreendente acidez. O estágio de 6 meses em barricas de carvalho húngaro confere complexidade e estrutura, mas simultaneamente elegância e equilíbrio. Um Reserva que termina longo, que persiste e insiste em nos conquistar... Como Servir:  Entre 8 e 10º C Sugestões Gastronómicas:  Com pratos de peixe cozido ou grelhado. Teor Alcoólico:  14% Vol. Acidez Total: 5,7 g/L Acidez Volátil : 0,54 g/L Açucares Totais: 0,6g/dm3 Enólogo:  Enólogo/Winemaker | Nelson Rolo / Paulo Maurício
Monte das Bagas de Ouro Superior Branco Adega do Montado
Nome: Monte das Bagas de Ouro Superior Classe:  Vinho Branco Região:  Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas: Viognier Nota de Prova:  A inquietude e irreverência do projecto do Monte das Bagas de Ouro, expresso numa gama de qualidade impar a que designamos SUPERIOR. A personalização do exotismo da primeira edição desenvolveu-se a partir da casta VIOGNIER, criando um vinho raro numa edição especial.. SUPERIOR. Este Viognier de grande intensidade e definição aromática, envolve-nos num turbilhão de sensações mágicas, onde os frutos tropicais dominam. Na boca sentimos harmonia, o equilíbrio entre a frescura e o volume... entre a acidez e a persistência! Apetece repetir, pelo prazer que nos proporciona...pela paixão que nos desperta! Como Servir:  Entre 8 e 10º C Sugestões Gastronómicas:  Com pratos de peixe cozido ou grelhado. Teor Alcoólico:  14% Vol. Acidez Total: 4,2 g/L Acidez Volátil : 0,32 g/L Açucares Totais: 0,6g/dm3 Enólogo:  Enólogo/Winemaker | Nelson Rolo / Paulo Maurício
Herdade Ajuda Branco
Nome:  Ajuda Classe:  Vinho Branco Região:  Vendas Novas - Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas:  Arinto, Antão Vaz e Verdelho Vinificação:  Vindima nocturna por forma a manter a integridade física e aromática dos bagos, com prensagem em prensa pneumática. A fermentação ocorre em inox a temperatura controlada. Nota prova:  Cor citrina com laivos dourados, aromas de frutos de polpa branca e algumas nuances de vegetal. Na boca mostra-se fresco, intenso e equilibrado, com final volumoso e de média persistência Sugestões gastronómicas:  Ajuda branco é um vinho fresco de verão, acompanha bem pratos de peixes grelhados, carnes brancas e saladas diversas. Como Servir:  Entre 8 e 10º C. Acidez Total:  5.3 g/l Açucares:  1.7 g/l pH:  3.47 Teor alcoólico: 13,4% Vol. Enólogo:  António Ventura
Ajud Branco 375 Ml
Nome:  Ajuda Classe:  Vinho Branco Região:  Vendas Novas - Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas:  Arinto, Antão Vaz e Verdelho Vinificação:  Vindima nocturna por forma a manter a integridade física e aromática dos bagos, com prensagem em prensa pneumática. A fermentação ocorre em inox a temperatura controlada. Nota prova:  Cor citrina com laivos dourados, aromas de frutos de polpa branca e algumas nuances de vegetal. Na boca mostra-se fresco, intenso e equilibrado, com final volumoso e de média persistência Sugestões gastronómicas:  Ajuda branco é um vinho fresco de verão, acompanha bem pratos de peixes grelhados, carnes brancas e saladas diversas. Como Servir:  Entre 8 e 10º C. Acidez Total:  5.3 g/l Açucares:  1.7 g/l pH:  3.47 Teor alcoólico: 13,4% Vol. Enólogo:  António Ventura
Herdade da Ajuda Branco Reserva
Nome:  Ajuda Reserva Classe:  Vinho Branco Região:  Vendas Novas - Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas:  Arinto, Antão Vaz Vinificação: Vindima nocturna de forma a manter a integridade física e aromática dos bagos, com prensagem em prensa pneumática. O processo de fermentação inicia- se em cubas de inox e termina em barricas de Carvalho francês (500 e 225L) e Carvalho Americano (225L), com estágio na mesma por um período de 4 meses em contacto com as borras finas sobre o método de  Batônnage Nota Prova:  Cor citrina com laivos dourados, aroma dotado de alguma complexidade bem envolvido em nuances de fruta de polpa amarela, notas meladas e ligeira tosta. Na boca revela-se estruturado, intenso e untuoso, com boa acidez e final de boca volumoso de média persistência. Sugestões gastronómicas:  Acompanha bem pratos de peixes grelhados e carnes brancas e pratos de peixe gordo assado no forno. Como Servir:  Entre 10 e 12º C. Teor alcoólico: 13,5% Vol. Acidez:  4.9 g/l Açucares:  1.5 g/l pH:  3.55 Enólogo:  António Ventura
Ajuda Verdelho Branco
Nome:  Ajuda Verdelho Classe:  Vinho Branco Região:  Vendas Novas - Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas:  Verdelho Vinificação: Vindima nocturna de forma a manter a integridade física e aromática dos bagos. Fermentação: Ocorre em inox a temperatura controlada com posterior e prensagem em prensa pneumática. Nota Prova:  Cor amarelo pálido, aroma vivo com algum mineral, frutos tropicais e alguma complexidade proveniente de estágio parcial em madeira. Bom volume de boca final prolongado. Sugestões gastronómicas: Peixes gordos, carnes brancas e pratos bem condimentados. Como Servir:  Entre 8º e 10º C. Teor alcoólico: 13,2% Vol. Acidez:  5 g/l Açucares:  1.2 g/l pH:  3.4 Enólogo:  António Ventura / Alberto Capitão
Ajuda Talhão 17 Branco 2019
Nome:  Ajuda Talhão 17 Branco Classe:  Vinho Branco Região:  Vendas Novas - Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas:  Semillon e Sauvignon Blanc Vindima / Vinificação: Vindima nocturna por forma a manter a integridade física e aromática dos bagos, com prensagem em prensa pneumática. Fermentação: Ocorre em inox a temperatura controlada. Nota Prova:  Cor amarelo pálido esverdeado, aroma intenso de frutos de caroço e algum herbáceo, num fundo mineral. Sabor intenso e cheio a fruta madura, bem equilibrado pela acidez, com final longo e persistente. Sugestões gastronómicas: Acompanha bem peixes gordos, carnes brancas e massas. Como Servir:  Entre 6º e 8º C. Teor alcoólico: 13,% Vol. Acidez:  7.2 g/l Açucares:  6.8 g/l pH:  3.53 Enólogo:  António Ventura / Alberto Capitão
Vale do Chafariz Branco
Nome:  Vale de Chafariz Classe:  Vinho Branco Região:  Vendas Novas - Alentejo Designação:  Vinho Regional Alentejano Castas:  Moscatel e Malvasia. Vinificação:  As uvas destinadas ao Vale do Chafariz branco foram vindimadas manualmente num período de maturação óptimo, que proporcionou a frescura e intensidade aromática desejada. A fermentação em cuba inox deu-se em temperatura controlada a 16ºc durante 18 dias após filtração por vácuo do mosto Notas Prova:  Cor citrina, é um néctar muito aromático, complexo e com notas florais. A influência atlântica atribuiu-lhe frescura Sugestões Gastronómicas:  Vale Chafariz Branco é um vinho para ser servido à mesa no acompanhamento de pratos leves, ou simplesmente para consumir numa esplanada. Como Servir:  Entre 6 e 8º C. Teor Alcoólico:  12.5% Vol. Acidez:  5.0 g/l Açucares:  0.6 g/l pH:  3.39 Enólogo:  António Ventura